Receba nossas atualizações por email
» Vídeos » 7 questões comuns sobre relacionamentos amorosos em ambiente de trabalho
Você deve namorar seu colega de trabalho? Os casais no trabalho devem manter seus relacionamentos em segredo? E por que os colegas de trabalho costumam se sentir atraídos um pelo outro? A psicóloga organizacional Amy Nicole Baker compartilha respostas reais às perguntas mais frequentes sobre o romance no escritório.

O romance no local de trabalho pode ser um assunto complicado.

The Way we Work – A maneira como trabalhamos

Como administramos as fronteiras entre nossa vida pessoal e profissional? Como lidamos com desequilíbrios de gênero e dinâmica de poder no local de trabalho? Há uma grande área cinza no romance no local de trabalho. Gostaria de tirar alguns minutos e responder algumas de suas perguntas frequentes.

1 – Devo namorar meu colega de trabalho?

Depende. Quer namorar seu colega de trabalho para se divertir? Você quer namorar seu colega de trabalho se conhecerem? Porque então você está realmente melhor no Tinder. Se você quer sair com seu colega de trabalho porque realmente pensa sinceramente que está se apaixonando por ele(a) ou se há um potencial real para um relacionamento sério e comprometido, talvez deva sair com seu colega de trabalho. Estudos mostram que seus colegas de trabalho geralmente são positivos se percebem que você está se apaixonando e se importando genuinamente com o outro. É quando seus colegas de trabalho percebem que algo está em jogo – isso pode ser perturbador.

2 – Devo namorar meu chefe?

Em quase todos os casos, não, você não deve namorar seu chefe, porque agora você tem uma dinâmica de poder. Quando há uma relação entre um chefe e um subordinado, isso gera muitos sentimentos negativos, e os sentimentos negativos tendem a cair sobre a pessoa que está mais abaixo no totem. As pessoas geralmente assumem algum tipo de favoritismo, algum tipo de conhecimento interno, e pode haver ressentimento despertado por isso. Houve um estudo publicado no ano passado que sugeria que namorar um superior pode até ter um impacto negativo na sua carreira. Os pesquisadores pediram online a avaliadores terceirizados para imaginar que eles trabalhavam em um escritório de advocacia. Eles pediram que fizessem recomendações sobre qual funcionário deveria ser escolhido para um programa de treinamento especial e qual deveria ser promovido a sócio. Eles procuravam credenciais para funcionários imaginários, e quando se afirmava que um funcionário estava namorando ou estava em um relacionamento com um superior, os avaliadores tinham menos probabilidade de escolher aquela pessoa para o programa de treinamento ou a promoção, mesmo que tivessem a Exatamente as mesmas credenciais de alguém que não estava namorando seu chefe. Os avaliadores também foram rápidos em descartar suas realizações.

3 – Posso namorar alguém que se reporta a mim?

Ainda um grande não. Você pode não se sentir como se fosse o chefe, certo? Mas você é, e há uma dinâmica de poder que simplesmente não existe para outros casais. Se você realmente acredita que existe uma conexão sincera, honesta e pessoal que seria duradoura e significativa, um de vocês pode precisar se mudar, e nem sempre deve ser a pessoa que está mais baixa na hierarquia da empresa.

4 – Acabei de começar a ver um colega de trabalho. Como lidamos com as coisas?

Eu recebo essa pergunta frequentemente. “Eles estão namorando? Eles não estão namorando?” Não mantenha isso em segredo. Você não precisa fazer muita coisa, mas o sigilo tende a ser corrosivo. As pessoas tendem a ver os casais no local de trabalho como uma coalizão ou uma unidade, então tente deixar claro para seus colegas de trabalho que você não é a mesma pessoa; vocês se amam, mas vocês vão discordar.

5 – Por que os colegas de trabalho são frequentemente atraídos um pelo outro?

Bem, a resposta óbvia é que as pessoas tendem a ser atraídas umas pelas outras quanto mais tempo passam juntas. Mas há outro ingrediente que deve ser adicionado: a atração tende a acontecer quando há trabalho que exige colaboração próxima. Então imagine que você tenha um grande projeto de grupo com um prazo apertado e trabalhe até tarde da noite e pense em idéias. Você olha para cima e, do outro lado da mesa, um dos seus colegas dá uma ótima idéia. Você pode sentir algo e isso é natural. Chamamos essa tarefa de interdependência. É um terreno maduro para atração. A segunda razão pela qual as pessoas no trabalho são atraídas umas para as outras é que elas podem ser semelhantes umas às outras. Há dois velhos adágios: “Pássaros de uma pena voam juntos”. E “os opostos se atraem”. Bem, a pesquisa psicológica sugere … pássaros de uma pena voam juntos e gostamos de pessoas que são como nós.

6 – Meus colegas de trabalho estão flertando. Estou chateado. O que eu faço?

Alguns pesquisadores argumentam que, para as pessoas que flertam no trabalho, o flerte é bom e estimula a criatividade. Mas minha própria pesquisa sugere que as coisas são diferentes para as pessoas que estão assistindo ou que estão sujeitas ao flerte. Pode ser estranho, certo? Testemunhar o flerte no local de trabalho cria um sentimento de não conhecer as regras, não saber o que está acontecendo ou talvez ver algo que você não deveria estar vendo. Pessoas que freqüentemente testemunham flertes no trabalho – na verdade, relatam sentir-se menos satisfeitas em seus empregos e se sentem menos valorizadas por sua empresa. Eles são mais propensos a dar uma avaliação negativa do ambiente de trabalho, e eles podem até pensar em sair. Para as mulheres, essa associação pode ser ainda mais forte. Este parece ser o caso, mesmo quando as pessoas relatam não serem incomodadas pelo flerte. É verdade mesmo quando eles dizem que gostam disso. Então, um ambiente de flerte realmente poderia ser tóxico.

7 – Preciso de uma política sobre relações de trabalho?

Você certamente precisa de uma política sobre assédio sexual, e acho que a maioria dos departamentos de RH reconhece isso. Mas para o tipo de comportamento consensual que estamos falando, é um pouco diferente. Por mais que as pessoas no RH gostassem de acenar com uma varinha mágica e dizer: “Você não deve se apaixonar no trabalho”, isso não é realista. Conexão emocional e sexualidade é quem somos. Eu meio que quero que você gire o roteiro um pouco. Encorajo o RH a pensar de forma mais ampla sobre o papel deles em não necessariamente acabar com o romance no escritório, porque não acho isso realista, mas como ajudo a criar um clima e uma cultura no local de trabalho onde as pessoas se sentem respeitadas por suas contribuições individuais? sua aparência ou seu gênero, ou suas relações pessoais? Portanto, a questão mais importante é: como você garante que as pessoas sejam valorizadas e respeitadas?

Guga Alves

Já fui empregado (CLT e PJ, em empresa tradicional, ecommerce e em startups), freelancer e dono de empresa, estagiário em empresa pública e durante esse caminho me formei em TI e fiz pós graduação em Marketing Digital... passei por todas as formas de trabalho que eram possíveis para minha área, inclusive por uma das maiores empresas com equipe 100% distribuído pelo do mundo, a Automattic / WordPress.com.

Vivendo os benefícios do trabalho remoto, me dedico por aqui a ajudar pessoas que querem melhorar sua organização e produtividade para conseguirem uma melhor performance, qualidade de vida, e quem sabe um trabalho remoto também :)

Artigos do autor

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *