Receba nossas atualizações por email
» Vídeos » Porque o trabalho não acontece no trabalho

Jason Fried pensa profundamente sobre colaboração, produtividade e natureza do trabalho. Ele é o co-fundador da 37signals, criadora do Basecamp e de outras ferramentas de colaboração baseadas na web, e co-autor do ótimo livro “Rework”.

Resumo

Empresas, governos e outras organizações investem tanto dinheiro em reunir suas pessoas no escritório, mas quando as pessoas realmente querem que algo seja feito no trabalho, elas querem fazê-lo em outro lugar. Eles tendem a fazê-lo em casa, ou em seu trajeto (avião, trem, carro), ou em horários estranhos – de manhã cedo, tarde da noite, fins de semana. Isso ocorre porque a maioria das pessoas em profissões criativas precisa de tempo ininterrupto para trabalhar, e estar no trabalho corta o seu dia com reuniões e outras solicitações.

Jason vê uma conexão entre trabalho e sono. O sono acontece em fases – para chegar à fase mais profunda, você precisa passar pelos outros primeiro. Se interrompido em uma fase inicial, você precisa passar por todos eles novamente. As interrupções em um escritório não são as mesmas que em casa – em casa, você pode optar por ligar a TV, navegar na internet ou dar um passeio, por vontade própria. No escritório, as principais interrupções são gerentes e reuniões, muitas vezes num momento inoportuno pensando em sua produtividade. O trabalho dos gerentes é gerenciar, e isso acaba incluindo, no modelo tradiciona, interrupções para verificar o que você está fazendo. Eles também tendem a convocar reuniões para resolver problemas – tirando 10 pessoas da linha de pensamento para falar sobre o trabalho (em vez de realmente trabalhar). Para uma reunião de 1 hora, são 10 horas de perda de produtividade da organização. As reuniões também têm o hábito de causar mais reuniões – aumentando o dano feito.

Então, como os gerentes esclarecidos podem fazer com que seus funcionários trabalhem novamente no escritório?

  1. “No talk Thursdays” (traduzindo, “Sem papos na quinta-feira”) – diga às pessoas para não falarem umas com as outras durante uma tarde por mês. É incrível quanto trabalho será feito se os funcionários puderem ter 4 horas ininterruptas.
  2. Afaste-se da comunicação face a face e dos e-mails/mensagens. Isso ainda pode ser demorado, mas pelo menos o destinatário pode escolher quando lidar com isso. Eles podem agendar em torno de seu trabalho principal e levá-lo ao seu próprio ritmo.
  3. Cancelar uma reunião – se você tiver que tomar uma decisão em uma reunião, basta cancelá-la. A decisão ainda será feita de alguma forma e você liberará a programação de todos.

Guga Alves

Já fui empregado (CLT e PJ, em empresa tradicional, ecommerce e em startups), freelancer e dono de empresa, estagiário em empresa pública e durante esse caminho me formei em TI e fiz pós graduação em Marketing Digital... passei por todas as formas de trabalho que eram possíveis para minha área, inclusive por uma das maiores empresas com equipe 100% distribuído pelo do mundo, a Automattic / WordPress.com.

Vivendo os benefícios do trabalho remoto, me dedico por aqui a ajudar pessoas que querem melhorar sua organização e produtividade para conseguirem uma melhor performance, qualidade de vida, e quem sabe um trabalho remoto também :)

Artigos do autor

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *