Receba nossas atualizações por email
» Trabalho remoto » Boa escrita é a chave para boa comunicação no trabalho remoto

Você pode pensar que sua capacidade de conversar no WhatsApp e enviar alguns e-mails por dia é suficiente para torná-lo um bom trabalhador remoto. Imagine-se contando principalmente com comunicação por escrito – é o que acontece com todas as equipes remotas. Você não tem um contato frequente com sua equipe. Você não se esbarrarão com frequência. Você só depende de escrever, então ter boa escrita torna esses dias de trabalho mais agradáveis e pode te levar mais longe.

Importância da comunicação no trabalho remoto.

A razão pela qual a comunicação deve ser bem feita é que os funcionários remotos não podem se dar ao luxo de não estar na mesma página. Quando algo de ruim acontece, sua capacidade de se recuperar depende de quão bem eles se comunicam. Compartilhar feedbacks e sentimentos, além de se colocar no lugar dos colegas, é o mínimo necessário para resolver qualquer problema.

Quando sua equipe é distribuída em diferentes fusos horários, os mal-entendidos causam um enorme impacto em sua produtividade. Se você não entender as últimas mensagens que um membro da equipe enviou antes de seu dia terminar, como você pode fazer o trabalho antes que ele comece o dia seguinte? Na melhor das hipóteses, você perde um pouco do seu tempo trabalhando na tarefa errada. Na pior das hipóteses, um mal-entendido pode ter sérias consequências negativas. É por isso que as equipes remotas optam por tornar a comunicação um elemento central de sua empresa.

Matt Mullenweg, fundador da Automattic – a empresa por trás do WordPress.com – construiu uma das equipes distribuídas mais famosas do mundo. O credo da Automattic – seu mantra – insiste claramente sobre o tema da comunicação: “Vou me comunicar o máximo possível, porque comunicação é o oxigênio de uma empresa distribuída”.

A Automattic não está sozinha. O Buffer, uma ferramenta de mídia social criada por outra equipe remota, insiste na clareza como um dos seus dez valores da empresa. É por isso que a Buffer recomenda que sua equipe “se comunique, repetindo as coisas mais vezes do que você intuitivamente”.

10 valores da Buffer

De fato, “o maior problema na comunicação é a ilusão de que isso ocorreu”.

Em equipes remotas, a maioria das comunicações é escrita.

Em uma equipe distribuída, a maior parte da comunicação ocorre em um formato escrito. A principal razão pela qual não passamos horas nos comunicando por telefone ou videoconferência é que a escrita é muito mais eficiente.

A comunicação escrita é muito útil, pois torna a comunicação pesquisável, facilmente encontrável. Você nunca perde uma coisa. Na Contriber, a equipe torna toda discussão acessível a qualquer pessoa, desde decisões estratégicas até o salário. Assim, todos podem pesquisar as informações que estão procurando. Na Automattic, tudo é debatido no Slack e blogs internos de cada equipe, ou Github quando falamos de issues/erros de programação sendo resolvidas.

Escrever também nos força a formular nossas ideias de uma maneira melhor. Falar permite compartilhar seus pensamentos de forma linear, enquanto a escrita permite uma construção mais dinâmica, porque você sempre pode editar o início do seu processo de pensamento.

Adotar uma comunicação escrita quase exclusiva soa pouco natural para muitas organizações. Essa herança da comunidade de código aberto e dos players de videogame ainda não se espalhou por toda parte. Essa é a razão pela qual os trabalhadores remotos são um tanto exclusivos. Empresas tradicionais ainda estão em transição para um mundo que requer mais comunicação escrita.

Muitas pessoas ainda precisam de um contato diário direto com seus colegas. Não ouvir a voz deles durante dias soa surreal. Trabalhadores remotos são diferentes de qualquer pessoa que trabalhe em um escritório tradicional. Eles têm origens especiais.

Se você analisar uma comunidade de gamers, durante o jogo usam microfones para se comunicar – semelhante a uma reunião no mundo corporativo. O resto da comunicação acontece de forma assíncrona. Planejam técnicas e nossos eventos em um fórum/grupo em alguma rede social ou instant messenger. Sem saber, desenvolvam uma forma de comunicação que era bem parecida com o que equipes como a Automattic usam ou o que a Contriber oferece.

Comunicação eficaz não é o único benefício de uma boa redação.

Sim. A comunicação escrita é o principal quando você não trabalha no mesmo prédio/sala que o restante de sua equipe. Mas além disso, os funcionários remotos também precisam ter boa escrita por várias outras razões.

Boa escrita = Pensamento claro !

“Ce que l’on congoit bien s’énonce clairement,
Et les mots pour le dire arrivent aisément. ”

– Nicolas Boileau, poeta francês

Essas duas linhas de versos, escritas por Nicolas Boileau, são muito famosas entre os franceses para destacar a correlação entre a capacidade de pensar e a capacidade de se comunicar. Traduzindo:

“O que é bem concebido é claramente dito,
E as palavras para o dizer fluem com facilidade.”

Tornar o que você escreve fácil de ser interpretado requer ser capaz de pensar claramente sobre isso antes. A comunicação tem duas camadas. A primeira camada é como você formula suas idéias. O segundo é como as pessoas entendem isso. Em outras palavras, o que você escreve nem sempre significa o mesmo para você como para os outros.

Pensamentos claros sobre um determinado tópico reduzem o atrito entre a primeira e a segunda camada. Em uma apresentação chamada “Como escrever com mais clareza, pensar com mais clareza e aprender material complexo com mais facilidade”, Michael A. Covington, professor de ciência da computação da Universidade da Geórgia, destaca que escrever seus pensamentos também é um bom teste para garantir que eles são claros o suficiente.

“A escrita clara leva a um pensamento claro. Você não sabe o que sabe até tentar expressá-lo. Se a sua escrita é um absurdo, talvez seus pensamentos também sejam absurdos! ”As habilidades de escrever bem e pensar claramente estão definitivamente interligadas. Isso ajuda você a ser melhor em seu ofício.

Boa escrita = Ser bom no seu ofício !

Escrever é a essência da maioria dos trabalhadores remotos. De programadores a profissionais de marketing, de designers a clientes, todos escrevem em seu trabalho diário.

Uma parte do livro Getting Real resume bem isso:

“Copywriting é design de interface. Grandes interfaces são escritas. Se você acha que cada pixel, cada ícone, cada tipo de letra é importante, então você também precisa acreditar que cada letra é importante. […] A boa redação é um bom design. É uma rara exceção quando as palavras não acompanham o design ”.

É provável que alguém que escreve bem desenvolva códigos eficazes, crie um bom design e gerencie as atividades voltadas ao cliente de maneira mais adequada.

Boa escrita = Mais habilidades diplomáticas !

Mesmo nas organizações mais legais, cumprir prazos e falar sobre KPIs pode criar algumas tensões. Conflitos são uma parte normal de qualquer relacionamento humano. Nesses casos, escrever bem ajuda a evitar um grande colapso e estimula uma recuperação mais rápida.

Escrever bem significa que você é claro o suficiente para ser raramente mal interpretado. Muitos conflitos surgem porque alguém interpreta mal o que lê. Ser capaz de escolher as palavras certas e comunicar seu tom faz uma enorme diferença.

Como G. Richard Shell escreveu no livro Bargaining for Advantage: “A arte de ser um bom negociador de e-mail é mais complicada do que muitas pessoas pensam. Muitos danos aos relacionamentos estão sendo feitos por pessoas que subestimam essa complexidade ”.

Você deve estar ciente da dificuldade da comunicação escrita. Insista em seu tom e compense a falta de linguagem corporal, certificando-se de que você está claro o suficiente e explique suas ações e decisões.

Boa escrita = Capacidade de liderar inovação !

Em qualquer organização – mesmo as mais ágeis – você precisa constantemente vender novas ideias e novos projetos. Você tem que ser capaz de convencer que o que você tem em mente é a melhor escolha para a empresa. Você precisa levar em consideração o ponto de vista de seus colegas.

Saber escrever significa três coisas. Você sabe:

  • Como contar a história da sua ideia – o porquê;
  • Como equilibrar entre lógica e emoções que você precisa e;
  • Como usar sua credibilidade para garantir que o que você quer dizer ressoe com seus colegas.

Você também conhece seu limite. Quando você deve mudar de escrever sobre uma ideia para criar algo visual – simulações, vídeos, se não o próprio recurso/produto. Acredito que alguém que escreve bem é mais inovador – a capacidade de inventar idéias inesperadas e fazer com que todos o adotem.

Você se torna um bom escritor porque está curioso. Bons escritores são leitores proficientes. Eles observam. Eles fazem perguntas. Eles amam aprender. Todo escritor proficiente que conheço é assim.

Gerar novas ideias vem da vinculação das informações existentes. Quanto mais você souber de diferentes fontes, mais provavelmente você surgirá com novas ideias. Pessoas que são como esponjas e absorvem muita informação terão mais idéias.

Certifique-se de que você está pronto para trabalhar remotamente.

Antes de decidir adotar uma carreira remota, verifique se você consegue gerenciar a maior parte da comunicação usando apenas palavras. Eu percebi que a maioria das pessoas que estão confortáveis trabalhando remotamente tem um passado de interação remotamente com outras pessoas através de fóruns, IRC, Facebook e seus grupos, etc…

Trabalhar com os membros da equipe espalhados pelo mundo é um desafio. Pode parecer estranho para alguns. Mas esta é definitivamente uma das principais mudanças que muitos tipos de organizações vão experimentar. Em algum tempo não falaremos mais tanto sobre o trabalho remoto como algo novo já que isso será totalmente normal para mais e mais pessoas.

É também por isso que todos somos chamados a nos tornar melhores escritores. Nossa própria comunicação pessoal já está mudando para texto em vez de voz, e muitos se destacam em redes sociais pelo ótimo conteúdo produzido. E mesmo em seus vídeos, você deve pensar bem o que falar e escrever e criar storytellings vai lhe ajudar e muito.

Mais uma coisa. A comunicação escrita é incrível, mas limitada. Um bom escritor sabe quando usar a escrita e quando não a usar. Você sabe o que diz com palavras escritas e o que não pode. Você sabe quando precisa trocar a comunicação assíncrona pela videoconferência ou cara a cara.

Artigo originalmente publicado no site Teleport.org e adaptado e traduzido por aqui 🙂

Guga Alves

Já fui empregado (CLT e PJ, em empresa tradicional, ecommerce e em startups), freelancer e dono de empresa, estagiário em empresa pública e durante esse caminho me formei em TI e fiz pós graduação em Marketing Digital... passei por todas as formas de trabalho que eram possíveis para minha área, inclusive por uma das maiores empresas com equipe 100% distribuído pelo do mundo, a Automattic / WordPress.com.

Vivendo os benefícios do trabalho remoto, me dedico por aqui a ajudar pessoas que querem melhorar sua organização e produtividade para conseguirem uma melhor performance, qualidade de vida, e quem sabe um trabalho remoto também :)

Artigos do autor

2 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Caraca, Guga, esse é realmente um excelente tópico e vejo muitas pessoas com sérios problemas ao se comunicar por texto.

    Um assunto relacionado que acho que daria bom post é sobre fazer follow-up, algo que pouquíssimas pessoas fazem bem ao trabalhar remotamente ou simplesmente entre equipes numa mesma empresa. É um saco ter que ficar cobrando a pessoa de algo que pedi ou que ela deveria ter feito, me sinto uma babá. Elas é que deveriam vir e falar algo tipo “não consegui fazer XYZ mas devo fazer amanhã” ou “ainda to trabalhando em XYZ mas ainda não terminei não”.

  • Bela ideia, gostei hein! Até tem alguns conteúdos salvos boa rascunhos aqui relacionados com isso, mas não escrevi nada tão focado nesse ponto não. Trabalharei nisso!